Cheiro de Amor

Cheiro de Amor

Criatividade, resgate e inovação marcam a nova fase da banda, que acaba de lançar o single Criatura, acompanhado de um clipe, EP e novo show

O Cheiro, liderado pela vocalista Vina Calmon desde 2014, agora respira novos ares. Gerenciada, desde o início de abril, pela PA Produtora, a banda passou por um período de laboratório, sob a orientação de profissionais qualificados do mercado, e agora está pronta para apresentar o seu novo trabalho para todo o Brasil. Criatura é o nome da música escolhida pelo Cheiro para ser trabalhada nos próximos meses. Composição de Marcelinho Oliveira, a canção retrata o simples jeito de ser do baiano e a sua facilidade em criar vínculos nas relações. Com um ritmo envolvente, Criatura ganhou um clipe, dirigido pelo dramaturgo e roteirista Elísio Lopes Jr., e que contou com a participação da vocalista Vina Calmon, músicos do Cheiro, atores mirins e 14 bailarinos. O clipe foi gravado no bairro do Santo Antônio Além do Carmo, um dos mais antigos de Salvador. As imagens capturadas exploram a riqueza e todo o charme do local, que nem sempre é destacado nas grandes produções. “A ideia era um clipe que mostrasse Salvador e sua latinidade. Somos a "capital negra das Américas", temos muita riqueza para além das praias, e nosso olhar foi esse”, revela Elísio.

A nova aposta do Cheiro já está disponível em todas as plataformas digitais e nas principais rádios do País. “Todo esforço tem sido feito para que o novo trabalho do Cheiro chegue a um número cada vez maior de pessoas. Esse é o nosso grande desafio”, garante Peu Aguiar, que está gerenciando a carreira da banda, ao lado de Robertinho Cavalcante e Vitor Urpia, desde abril deste ano. O material audiovisual foi produzido pela Laiá Films e parceiros de Elísio como o coreógrafo Zebrinha e os profissionais Fabrício Miranda e Fernando Batista, que cuidaram do stylst e figurino, fizeram toda a diferença para que o resultado final fosse de qualidade e surpreendesse o público em geral.

Papel de Pão, também de Marcelinho Oliveira e Nosso amor é assim, de Umberto Tavares e Jefferson Júnior, são inéditas que se juntam à Criatura no mais novo lançamento do Cheiro. Além das três, o disco recebe a regravação de Tema do Cheiro, pela primeira vez com a letra na íntegra. Foi inspirado no “jardim mui delirante” da canção e na doçura de Vina, representada pelas flores, que o diretor Elísio também desenvolveu o conceito do EP de quatro canções, o roteiro e a concepção do novo show da banda, que vai estrear na capital baiana, em janeiro, com novo cenário, figurino, performance cênica e repertório. A direção e produção musical do EP, além dos arranjos das quatro canções, ficaram por conta do instrumentista Radamés Venâncio, que fez parte da banda de Armandinho, Dodô & Osmar, do cantor Ricardo Chaves e há 17 anos dirige a carreira musical de Ivete Sangalo.

Alinhado às novidades musicais, o Cheiro acaba de lançar também uma nova marca, desenvolvida pela designer Cris Leitão Guerra, e um novo ensaio fotográfico da banda, realizado pelo profissional Filipe Rodrigues. Todas as mudanças adotadas pelo Cheiro têm a intenção de fortalecer a música da Bahia e destacar as verdadeiras prioridades no cenário artístico. “Estou muito feliz e animada com tudo o que estamos vivendo dentro do Cheiro. As mudanças são necessárias e todo o processo tem sido um valioso aprendizado. Só tenho a agradecer pela confiança depositada em mim e na banda, e por todo o carinho que recebemos diariamente dos nossos fãs, que torcem pelo Cheiro”, afirma Vina Calmon, que está à frente do Grupo há quase três anos.

Hoje a banda é formada por sete músicos, já incluindo Vina no vocal. Inesquecíveis hits do Cheiro como “Pureza da Paixão”, “Olha eu Aí” e “Esperando na Janela” continuam no repertório do Grupo, que vem sendo representado pela cantora Vina Calmon desde a quarta-feira de cinzas do Carnaval 2014, quando se apresentou em um Camarote da folia momesca.

O Cheiro já participou de 36 carnavais, lançou 26 discos, revelou para o Brasil grandes sucessos como “Canto Ao Pescador”, “Doce Obsessão” e “Vai sacudir, Vai abalar”, além de apresentar ao País, cantoras como Márcia Freire, Carla Visi e Alinne Rosa. E há dois anos, a banda vem fazendo shows com Vina, que encanta com o seu vozeirão e firme presença de palco. No Carnaval 2015 ela levou o Troféu Band Folia de Cantora Revelação e ainda foi apontada como Cantora Destaque no Troféu Dodô & Osmar.

A cantora fez um dueto com Júlio Iglesias, em Curitiba, o que a fez ganhar grande visibilidade nacionalmente; participou do projeto Fifa Fan Fest, com apresentações em Salvador, Belo Horizonte e Manaus, no mês da Copa do Brasil, e teve bastante destaque na gravação e no lançamento do DVD “Nas Águas”, gravado no Dique do Tororó, na capital baiana. Depois disso, o Cheiro lançou o single “Proposta Indecente”, que rendeu um clipe com o cantor Lucas Lucco e teve mais de sete milhões de visualizações.

Vina Calmon – A voz do Cheiro - Nascida em Santa Maria da Boa Vista (PE), Vina se mudou para a Bahia, quando tinha apenas quatro anos de idade, junto com os seus pais. Morou em cidades como Chorrochó e Sobradinho, no Vale do São Francisco. Aos 10 anos, já iniciava sua trajetória como cantora com apresentações em barzinhos e pequenas casas de show, sempre acompanhada da família. Seis anos depois, decidiram viver entre Petrolina e Juazeiro, em busca da tão sonhada carreira artística – que se dividia entre Petrolina – onde estudava e Juazeiro, onde se apresentava. Logo depois, Vina se mudou para o Rio Grande do Norte, após receber um convite para comandar uma banda de forró. E em um dos seus shows, no interior de Sergipe, recebeu a proposta para trocar o Forró pela Axé Music. “Fiquei um pouco receosa, porque venho de uma família humilde e na época era complicado arriscar tudo e vir para Salvador. Mas não posso negar que esse era o meu grande sonho”, revela a cantora.

PA Produtora Artística - Lançada no final do ano passado, a PA é liderada por Peu Aguiar e George Castro, e gerencia a carreira das bandas Cheiro de Amor e Mil Verões, com o cantor Battata. Além disso, a PA assume diversos outros artistas e bandas como parceria comercial para venda de shows por todo o País.

Peu atuou durante cerca de 20 anos como produtor executivo e entre as suas principais referências estão o Eva e o cantor Saulo, que o convidou para ser seu empresário, ao seguir em carreira solo. Administrador de empresas e produtor artístico, George Castro também acumula 20 anos de experiência na área. Ele já trabalhou com artistas como Margareth Menezes, Adelmario Coelho e Tonho Matéria. A PA Produtora oferece soluções personalizadas para contratantes e artistas, envolvidos em eventos das mais diversas áreas culturais e de entretenimento. Entre os serviços oferecidos estão o gerenciamento das áreas comercial, artística e de divulgação, e a produção de eventos em variadas categorias.